Durante anos, décadas na verdade, muitas mulheres que optaram por se submeter a um aumento mamário foram mantidas no escuro - sobre o processo, as marcas, os tamanhos, os riscos... sem perceber plenamente que não só têm o direito de saber sobre suas opções, mas também de escolherem por si próprias. Avancemos para, bem, agora, no auge do empoderamento das mulheres e positividade corporal, quando finalmente estamos chegando à conclusão de que podemos nos educar, formar nossas próprias opiniões e falar sobre o que realmente queremos (Sim, inclsuive sobre aumento mamário!).

Se você está neste ponto em que está pensando seriamente em implantes mamários, saiba que o poder de decisão é seu, a cada passo do caminho. Mesmo ao consultar um profissional experiente, você pode conduzir a conversa na direção que deseja, para obter mais informações e compreensão daquilo em que está prestes a entrar. Não fique tímida ou envergonhada por ter muitas perguntas. Você tem o direito de saber!

Aqui estão algumas coisas que você pode querer apresentar ao seu cirurgião durante uma consulta:

1. Segurança de superfície

Mulheres assumindo o controle sobre seus aumentos mamários não são a única mudança para melhor, recentemente... As superfícies dos implantes também viram uma evolução na última década, com a nova geração SmoothSilk®, que é projetada especificamente pensando na segurança da paciente. A superfície SmoothSilk® de próxima geração causa uma reação diferente no corpo em relação às superfícies anteriores, como a lisa tradicional (dos anos 60!) e superfícies texturizadas (dos anos 80). Este é um tópico importante a ser abordado com o seu cirurgião, você pode perguntar sobre a segurança do implante e as diferenças entre essas superfícies. Se a conversa ficar mal direcionada rapidamente, faça questão de voltar atrás e deixar claro que esse é um aasunto importante para você.

2. O implante certo para você

A forma: Você sabia que existem diferentes formatos de implantes? Se você está querendo uma aparência jovem, como Motiva® Round, ou uma aparência natural como Motiva Ergonomix®, você pode perguntar ao seu cirurgião sobre os formatos de implantes disponíveis para combinar seus objetivos e estilo de vida.

O tamanho: Em vez de ficar obcecada apenas com o tamanho do implante, pergunte sobre seu volume pré-existente (o tecido mamário natural com o qual você está começando), as medidas de seu corpo e, juntos, decidam qual implante terá uma aparência proporcional. E lembre-se! O cirurgião pode dar seu conselho profissional mas, em última análise, é você quem decide.

Breastimplants

3. Tipos de cirurgia

Talvez você esteja interessada em combinar modelagem corporal com aumento mamário. Nesse caso, você poderia perguntar sobre o MotivaHybrid®, ou talvez suas mamas tenham sofrido os efeitos do tempo e agora estejam procurando por um levantamento, bem como aumento do volume. Há vários tipos de cirurgia mamária. Pergunte se há uma opção que você ainda nem considerou.

4. Planos para o futuro

Você está pensando em ter filhos em breve? Ou no meio de uma jornada para perder peso? Você pode adiar o AM por um tempo e, com certeza, conversar sobre isso com seu cirurgião. Quaisquer mudanças que seu corpo enfrente podem afetar suas mamas e o resultado da cirurgia.

5. Riscos e complicações

Como em qualquer outra cirurgia, sempre existe a possibilidade de complicações. Você já deve ter ouvido falar de alguns dos riscos mais comuns do aumento mamário (ruptura, queda dos implantes, deslocamento dos implantes, contratura capsular...), portanto, é importante ter uma conversa clara com seu cirurgião sobre eles e a probabilidade de enfrentá-los.

6. Preparação para a cirurgia

Se decidir fazer a cirurgia, você quer ter certeza de que entendeu o que deve e o que não deve ser feito nos dias que antecedem a cirurgia. Existem certos alimentos a serem evitados? Devo comprar medicamentos de venda livre antes do tempo? Peça uma lista detalhada e certifique-se de cumpri-la!

 

 

7. Pós-operatório e recuperação

Sempre há um milhão de perguntas sobre essa fase, então vá em frente, fique à vontade. Pergunte por quanto tempo você deve ficar longe do trabalho, da academia, de dirigir e do sexo! Se há algo que você possa fazer para acelerar o processo, e com que frequência você deve agendar consultas de retorno pós-operatório. Não faria mal nenhum mencionar a possibilidade de estabelecer um canal de comunicação aberto (mensagens de texto, e-mail?) para quando você tiver dúvidas no futuro.

8. Cicatrizes

Hoje em dia existem formas de se fazer a menor incisão possível e inserir o implante sem danificá-lo, deixando cicatrizes pouco perceptíveis e um resultado super discreto. Durante a cirurgia, esse procedimento é denominado Motiva MinimalScar®. Você também pode perguntar sobre cremes para cicatrizes a serem utilizados, e o que esperar durante o processo de cicatrização.

9. Verificação

Seguindo as linhas de controle e empoderamento, converse com seu cirurgião sobre a tecnologia Qid®, que é um recurso exclusivo que permite verificar a autenticidade de seus implantes e assumir o controle de seus próprios dados sem depender de terceiros.

10. Substituição do implante

Por último, mas não menos importante, lembre-se de que os implantes não são dispositivos para toda a vida, então você pode querer perguntar ao seu cirurgião por quanto tempo você pode mantê-los e quando você deve começar a pensar sobre a cirurgia de substituição. Você terá muito tempo, mas não custa nada saber antes disso.

 

 

Você pode já ter outros tópicos em mente, e isso é ótimo! Quanto mais você perguntar e discutir, mais você vai ser capaz de tomar decisões inteligentes e informadas para si própria. Então, pegue seu bloco de notas favorito (ou o app de notas em seu celular) e seja a chefe de seu AM.


*O conteúdo aqui fornecido é apenas para fins informativos e educacionais e não se destina a ser um conselho médico ou a substituir uma consulta médica. Os Implantes Motiva® ainda não estão disponíveis comercialmente nos EUA e estão sendo submetidos a investigação clínica de acordo com os regulamentos da Food and Drug Administration (FDA) para dispositivos médicos sob análise.

Tags
Share this entry

Share on social media

You might also like